90 T.I | Inovação que facilita!
02/03/2017

Tudo o que você precisa saber sobre Engenharia de Custos

A Engenharia é progressivamente desmembrada para atender a novas demandas criadas pelo mercado, permitindo que profissionais foquem em especializações que sejam capazes de suprir essas novas tendências. É o caso, por exemplo, da Engenharia de Custos.

Este é um segmento que está ganhando forma e volume no Brasil, mas que já está enraizando a sua polivalência dentro da Engenharia Civil, principalmente para tratar das responsabilidades de orçamentistas e planejadores de ofício. Mas a profissão de um Engenheiro de Custos é um pouco mais ampla do que a realização de cálculos na ponta da caneta. Afinal, o próprio setor orçamentista concentra uma série de outras responsabilidades.

O que você precisa saber sobre Engenharia de Custos e quais as principais maneiras de se destacar nesse mercado? Confira neste post!

O que faz um Engenheiro de Custos?

Basicamente, a área que compreende a Engenharia de Custos envolve:

  • Aplicação de princípios científicos e de técnicas a problemas de negócios e planejamentos;
  • Estimativa de custos;
  • Análise econômica e financeira;
  • Gestão de programas e projetos;
  • Planejamento e programação;
  • Medição de desempenho de custo e cronograma;
  • Controle de mudanças.

Assim, a importância do Engenheiro de Custos pode ser percebida em diferentes etapas do ciclo de vida de um projeto, inclusive no gerenciamento da obra. Isso inclui atividades diversas, que visam assegurar o cumprimento de prazos, a realização de projeções precisas e a economia durante a condução da obra. Não é à toa, portanto, que a Engenharia de Custos tem sido percebida como uma parte elementar na Civil e que a capacitação desse tipo de profissional exige muito conhecimento e contínuo aprendizado.

Com que áreas um Engenheiro de Custos se relaciona?

Tendo em vista que o Engenheiro de Custos está presente em todo o ciclo de vida da obra, é importante que ele se destaque em vários aspectos profissionais. Afinal, essa é uma área flexível e versátil, que inclui desde responsabilidades na elaboração de orçamentos, planilhas de custos e taxas horárias à formulação do preço de venda.

Recomenda-se portanto que o profissional de Engenharia de Custos possua formação em Economia, Ciências Contábeis ou Administração de Empresas. Também é fundamental o conhecimento em legislação, uma vez que o cargo concentra algumas tarefas de orçamentista e, consequentemente, exige um conhecimento amplo na legislação vigente.

Qual é a importância do orçamento na Engenharia?

Com uma gestão inteligente, um projeto é objetivo, econômico e imune a uma série de imprevistos — como o desperdício de materiais. A Engenharia de Custos tem um papel significativo nesse processo, uma vez que o orçamento bem definido está intimamente ligado à qualidade do projeto.

É a Engenharia de Custos que pode ajudar a elaborar e a manter o alinhamento do projeto, apontando eficientemente o valor a ser aplicado em cada etapa da obra. Isso inclui prever custos em diferentes áreas, como:

  • Pessoal: os salários, encargos sociais e benefícios dos profissionais;
  • Materiais: tanto o fornecimento quanto os seus respectivos impostos (IPI e ICMS);
  • Equipamentos: fornecimento e seus respectivos impostos — IPI, ICMS e importação;
  • Taxas e seguros: Crea, licenças e seguros (como o predial, de vida, automotivo e de garantia de obras);
  • Transportes.

Indispensável dizer o quanto essa previsão eficaz ajuda a evitar o desperdício na Construção Civil e também a conduzir harmonicamente cada etapa. Isso porque o Engenheiro de Custos mantém monitoramento constante de cada situação, ajudando no gerenciamento da obra.

Qual é a participação desse profissional em decisões na obra?

Imensa! Afinal, o Engenheiro de Custos é participativo e determinante em todas as etapas do ciclo de vida da obra — antes, durante e após o planejamento do projeto. Principalmente porque ele supervisiona os dados calculados e como tem sido a condução desses valores estimados na obra.

Caso atrasos, desperdícios e outros imprevistos aconteçam e coloquem suas estimativas por terra, ele deve agir imediatamente para reavaliar as condições e apontar uma solução para tais obstáculos. Esse profissional possui a função de achar soluções rápidas para que o atraso na obra não se acumule e a economia permaneça presente no canteiro de obras.

Sem falar que a Engenharia de Custos se trata de uma área capaz de auxiliar a área de marketing, por exemplo, quando soluções estão presas a algumas obrigações legais ou outros setores. Afinal de contas, a Engenharia de Custos trabalha com diferentes aspectos ao longo do projeto. É por isso que dizemos que ela vai além do campo da estimativa e possui papel decisivo na condução da obra.

Qual é o grau de importância da Engenharia de Custos?

Atualmente, pode-se dizer que é altíssimo. Pois estamos falando de um tipo de profissional que sempre estará presente em todos os momentos, desde as estimativas às soluções práticas do dia a dia envolvendo custos e uma série de outros aspectos, como vimos até aqui.

Vale lembrar que um tipo de solução encontrada para um projeto, não será o mesmo para a obra seguinte. Isso torna o Engenheiro de Custos um valioso membro de sua empresa — e que será continuamente desafiado e testado. Isso o coloca em uma posição estratégica, capaz de otimizar uma obra em todos os seus aspectos: desde o orçamento à agilidade da obra e até mesmo na produtividade da equipe.

Quer continuar acompanhando os diferenciais que podem colocar a sua obra em um novo patamar de qualidade? Curta a nossa página no Facebook, assim, você sempre ficará por dentro das melhores soluções e dicas para o seu negócio!

/noventati /@90tecnologia /90tecnologiadainformação