90 T.I | Inovação que facilita!
21/07/2017

Como fugir das patologias na construção civil?

A origem do termo patologia é grega e, normalmente, está associada às terminologias e aplicações científicas, como na área da medicina. Agora, quando falamos em patologias na construção civil, pode parecer que estamos falando de algo completamente contrário à noção aplicada na medicina. Mas a engenharia se inspira amplamente em torno do tema, na medicina, para criar um estudo completo sobre as patologias na construção civil.

Se a patologia é o estudo (lógos) das doenças (páthos) como isso serviria para a Engenharia Civil? É o que veremos neste artigo, acompanhe!

Como a engenharia se inspira na medicina?

Na medicina, se temos o conceito de patologia aplicado na ciência e na prática, é possível analisar a mesma noção quando a aplicamos na Engenharia Civil. Afinal, da mesma maneira que uma doença possui causas e consequências, nada ocorre em uma obra sem uma interferência (interna ou externa) para isso, com as suas devidas consequências. Quer dizer: as patologias na construção civil são efeitos com causas que, quando não diagnosticadas, podem trazer sérios problemas para a empresa.

Esta é a proximidade que podemos observar entre a medicina e a engenharia civil. Não se trata de um conceito inovador, mas uma prática que tem conquistado mais popularidade nos últimos anos. Isso porque podemos comparar, constantemente, o organismo celular com uma estrutura arquitetônica. O esqueleto humano, com toda a base estrutural de um edifício, por exemplo; a alvenaria e o tecido humano; e o sistema circulatório com as instalações (elétricas, de água e de gás).

No entanto, a análise comparativa não se encerra aí. Quando adoecemos e é diagnosticado o problema, o que fazemos? Tratamos.

Com as patologias na construção civil não é diferente. O que muda — e já foi mencionado — é que esse conceito moderno está com tudo, porque nos ajuda a avaliar a melhor opção para lidar com os problemas encontrados em uma obra.

O que são as patologias na construção civil?

Já que deu para ter uma boa ideia dos motivos que levaram a Engenharia Civil a buscar inspiração na medicina para avaliar as patologias na construção civil, vamos nos aprofundar ao conceito identificado diretamente para uso no seu canteiro de obras. Isso tem início quando avaliamos o que são as patologias na construção civil: é o estudo de anomalias e problemas de uma construção, bem como suas alterações anatômicas e funcionais.

Ou seja: sintomas que podem correr de maneira congênita — as etapas produtivas de uma obra — ou no momento de concepção do projeto. Os seus perigos também são variados, como:

  • Prejuízos financeiros e no cumprimento do cronograma;
  • Ruína das estruturações;
  • Possibilidade de acidentes.

Consequentemente, a imagem de uma empresa é severamente prejudicada por essas patologias na construção civil.

Fatores que causam as patologias

Pode ser uma rachadura, um vazamento ou um dano estrutural. São variados os problemas decorrentes e, por isso, uma excelente gestão de manutenção é essencial para conferir mais qualidade aos seus prestados.

Sem falar no direcionamento e orientações que todas as equipes devem ter para analisar qualquer tipo de patologia que possa surgir nas construções. Afinal, como já mencionamos, o tipo de problema pode ser decorrente dos seguintes fatores:

  • Insuficiência no projeto;
  • Algum tipo de falha na execução da obra;
  • Qualidade duvidosa dos materiais utilizados;
  • Problemas ou manutenção inadequada dos edifícios.

Como evitar as patologias causadas pela umidade?

Um simples vazamento pode parecer questão mínima, diante da gravidade de outras questões estruturais em uma obra, mas a umidade é tema frequente de patologias na construção civil. Sem falar que, quando não diagnosticados de maneira antecipada ou com tratamentos eficazes e agilizados, os problemas podem crescer exponencialmente, como:

  • Problemas graves na estrutura da edificação;
  • Desconfortos múltiplos aos futuros moradores — com atenção especial à sua saúde;
  • Danos nos equipamentos e bens no interior das edificações.

Isso tudo como consequência direta das seguintes patologias na construção civil relacionadas à umidade:

Infiltrações

Em geral, acontecem devido a algum problema na cobertura da edificação, que permite a passagem de água (da chuva, normalmente), que se acumula no interior da obra.

Manchas e bolor

Junto das infiltrações, o tempo de demora para a tomada de decisão qualitativa pode render aos locais afetados a presença de manchas, mais conhecidas como marcas de bolor. Inclusive, são elas que podem render problemas de saúde aos usuários — como os respiratórios.

Vazamentos

São aqueles que surgem após identificado algum problema nas calhas ou condutores, que passam a invadir os materiais de uma obra e, consequentemente, apresentar-se na forma de manchas nos forros ou nas paredes. Além disso, quando o mesmo problema acontece em terraços ou coberturas, o ideal é que seja observado como anda a qualidade da impermeabilização realizada no local.

O que são as manifestações patológicas de origem endógena?

Outro tipo de patologia na construção civil é aquele tido como um problema endógeno que, diferentemente daqueles decorrentes de uma gestão ineficiente, ocorrem por fatores inerentes a ela, mas em consequência dos seguintes motivos:

  • Falhas no projeto;
  • Erros no gerenciamento e em suas execuções;
  • Desobediências às normas técnicas e exigências legais;
  • Baixo controle tecnológico;
  • Utilização de mão de obra desqualificada;
  • Erros diversos de utilização, como as sobrecargas imprevistas em um projeto;
  • Deterioração natural de partes da estrutura.

Portanto, volta a questão de observar atentamente todas as etapas da obra, para que as suas equipes consigam diagnosticar os problemas antes mesmo de eles ocorrerem. Sem falar na relevância em contar com um planejamento e controle precisos, para que as patologias na construção civil sejam solucionadas.

Quer saber mais a respeito do assunto e ficar por dentro de outras novidades, dicas e tendências do setor? Assine a nossa newsletter e saiba de tudo em primeira mão!

/noventati /@90tecnologia /90tecnologiadainformação