90 T.I | Inovação que facilita!
24/10/2016

Como diferenciar seu empreendimento imobiliário?

Se tem um assunto que é unanimidade no mercado imobiliário, independente do contexto econômico, é o fator de diferenciação do seu empreendimento. Quer ver só a aplicação dessa premissa em momentos opostos? Veja o caso deste ano: as projeções indicam uma queda de 3% no setor da construção civil. Para 2017, os bons ventos devem voltar a ser favoráveis e a perspectiva é de o mercado crescer 2,5% e, mantidas as projeções, o ano de 2018 deve alcançar 7% de superávit.

E é justamente aí que entra o fator diferenciação: tanto com o mercado desacelerando quanto num cenário mais otimista, quem pensar em mecanismos que destaquem sua construção poderá ser premiado com um melhor desempenho nas vendas. E se engana quem pensa que para alavancar a competitividade do seu negócio será necessário tomar medidas que demandem grandes investimentos ou que sejam muito morosas para serem implementadas.

Para provar que não é necessário tanta complicação, elaboramos esse post reunindo algumas formas eficazes que podem levar à diferenciação de sua construção diante do mercado.

1. Conheça bem o mercado

A realização de pesquisas de tendências, comportamentos e estudos de viabilidade econômica são recursos cada vez mais utilizados pelas construtoras para conhecer a fundo os anseios de seu consumidor e, principalmente, as ofertas disponíveis no mercado. Ao fazer este levantamento, você estará mais bem preparado para enfrentar os riscos naturais que surgem, especialmente, em períodos de economias tão dinâmicas quanto a que vivenciamos. Isso, inclusive, nos chama a atenção quanto à periodicidade dessas pesquisas: preços, tributos e tarifas precisam ser constantemente revistas, para que você tome as medidas certas para ter um produto competitivo no mercado.

2. Utilize materiais sustentáveis

Já nem é mais uma questão de tendência: o uso que materiais que não agridam o meio ambiente é uma necessidade diante dos desafios que o planeta tem enfrentado. E a resposta é positiva por parte do consumidor. Prova disso é o crescimento na oferta de construções sustentáveis. Em 6 anos, o volume de obras que se encaixavam nesse perfil saltou de 8% (2008) para 29% (2014). O aumento disso representa também custos mais acessíveis na compra de materiais sustentáveis. Por isso, esse é um fator que deve ser levado na mais alta consideração, quando o assunto for fator de diferenciação.

3. Invista em praticidade para seus clientes

Outro aspecto que tem chamado a atenção dos consumidores é agregar serviços ao empreendimento. Nesse caso, o objetivo é oferecer maior conveniência, a partir de soluções simples, mas altamente eficazes diante da rotina cada vez mais corrida das pessoas. Quer alguns exemplos? É cada vez mais comum que os empreendimentos ofereçam serviços de reforma e manutenção e até mesmo outras soluções que ajudam a resolver demandas do dia-a-dia, como lavanderia, pet shop, lazer e qualidade de vida.

4. Dê atenção à relação custo-benefício

Outro fator de diferenciação dos empreendimentos imobiliários é dar atenção a todos os itens que levam a uma ótima relação custo-benefício. O que isso quer dizer: nem sempre a compra do item mais em conta possui a melhor durabilidade, evitando manutenções que podem, num longo prazo, não ser vantajoso para a construtora. Dentro das normativas que levam em consideração esse aspecto, recomendamos que o empreendimento esteja em sintonia com a práticas na NBR 15.575, que discorre sobre os insumos da construção civil e seu uso nos empreendimentos.

Sistemas de gestão como diferenciação do empreendimento

Nos quatro exemplos anteriores, focalizamos bastante a atenção nos elementos que envolvem a diferenciação percebida pelo consumidor final. Mas há outros fatores que podem ser decisivos para que a estrutura de trabalho seja mais eficiente e rentável, potencializando a competitividade de seu negócio. Nesse sentido, chamamos a atenção para investir em soluções tecnológicas, que impactam positivamente os processo, otimizando esforços e tempo de todos os envolvidos (desde a operação até a área gerencial).

Nesse sentido, por exemplo, com uma solução ERP (em inglês, Enterprise Resource Planning) desenvolvida especialmente para a construção civil é possível integrar os dados e processos de todas as áreas da empresa, deixando a operação mais enxuta, possível de ser mensurada e mirando eliminar o retrabalho (pesadelo de todos os gestores).

Esses sistemas são acessados por quaisquer dispositivos com conexão à internet (desde desktops até mesmo smartphones). Isso permite maior mobilidade e agilidade para a tomada de decisão, a partir de relatórios gerenciais disponibilizados pela plataforma, que auxiliam na rotina no escritório e também do canteiro de obras. O acompanhamento rigoroso faz com que o tempo previsto da obra seja acompanhado no dia a dia, evitando atrasos (o que resulta em fator de diferenciação junto ao mercado da construção civil).

Esse é apenas um dos inúmeros benefícios que um sistema de gestão focado nas necessidades do seu empreendimento pode gerar. Uma dica importante: antes de fechar com qualquer solução, certifique-se de que o software pesquisado foi desenvolvido pensando naquilo que é mais importante e necessário para a área. Um erro comum é adequar para empresas do setor, soluções que foram desenvolvidas e são usadas em outros segmentos, o que pode representar perdas de oportunidades e pouca eficiência nos ganhos percebidos.

Ficou com alguma dúvida? Não deixe de compartilhá-la conosco: pode ser nos comentários abaixo ou mesmo enviando um e-mail para nós. Combinado?

/noventati /@90tecnologia /90tecnologiadainformação