90 T.I | Inovação que facilita!
05/07/2017

Como calcular o custo de transporte de materiais na obra?

Quando falamos a respeito do transporte de materiais na Engenharia Civil, podemos notar que a questão é pouco explorada pelos empreendedores, o que se traduz em possíveis prejuízos, atrasos na obra e em uma logística pouco otimizada. Acontece que isso se deve ao fato de que as pessoas passam a conhecer pouco sobre o assunto, quando essa etapa constante e importante em um canteiro de obras deve ser muito bem pensada.

Como você pode trabalhar esse aspecto de maneira positiva, aprendendo como calcular o custo de transporte de materiais na obra? Acompanhe!

Como o transporte se relaciona com a logística?

O transporte de materiais, nada mais é, do que uma longa relação de custos para as empresas. No entanto, dar pouca atenção a isso pode converter rapidamente os pontos negativos que mencionamos acima.

Por isso, o transporte de materiais deve ser assunto constante da pauta em sua empresa, principalmente porque ele se relaciona diretamente com a logística. Com ele, você consegue planejar, com mais facilidade, cada etapa de sua obra, cumprindo com eficiência os prazos.

Além disso, o transporte de materiais corresponde a cerca de 60% de suas despesas com logística. Daí o quanto ela pode ajudar a economizar gastos ou arcar com prejuízos.

Dessa maneira, é possível planejar o transporte de materiais com as etapas de sua obra e, ainda, pensar em como otimizar os trajetos e a necessidade de diversos tipos de materiais para reduzir os custos, as idas e vindas e o risco de perder um material alocado incorretamente.

Analisando o transporte de materiais com o estoque

Em primeiro lugar, é fundamental ter uma boa relação com os seus fornecedores. Assim, você aprende a dominar com facilidade o processo logístico entre a gestão de estoque e o transporte de materiais. Afinal de contas, quando interligados, esses fatores ajudam a fazer com que determinados materiais só saiam para transporte quando necessários no canteiro de obras.

Além disso, o planejamento ajuda a pensar nas idas e vindas de maneira estratégica, para evitar custos a mais em decorrência da falta de planos sobre isso. Consequentemente, o seu próprio estoque é trabalhado com mais precisão e eficiência, sem acumular materiais desnecessariamente.

Entretanto, tudo deve estar interligado e não devem faltar informações para a sua efetiva tomada de decisão. Ainda falaremos sobre o impacto da escolha de modais, mas antes, entenderemos como o transporte de materiais também é crucial para desenvolver um exemplar atendimento ao cliente.

O transporte e sua relação com o serviço ao cliente

Primeiramente, vale mencionar que o serviço ao cliente é determinante para o desenvolvimento de sua empresa. Na Engenharia Civil, isso se traduz em projetos de qualidade, com materiais de ponta e sem nenhum dano. Sem falar no cumprimento de prazos, que é uma das grandes preocupações de empreendedores do setor.

Agora, consideremos que aliar a logística com o transporte de materiais tem tudo para gerar uma experiência de compra memorável para os seus clientes. Isso porque as etapas bem planejadas e conduzidas são fundamentais para criar uma construção coesa, imune a riscos e erros, bem como a prejuízos que reduzem o seu lucro e atrasam a entrega para os clientes.

A maneira com a qual a sua empresa lida com as características referentes ao transporte, reflete-se na qualidade do serviço prestado quando uma construção é entregue. Por isso, entenderemos um pouco mais sobre o modal de transporte, para você entender como ele pode ajudar a reduzir custos e, ainda, a manter o cronograma de sua obra em dia.

A escolha do modal de transporte

Existem, essencialmente, 5 modais de transporte:

  1. Aéreo;
  2. Dutoviário;
  3. Ferroviário;
  4. Hidroviário (também conhecido, por muitos, como aquaviário);
  5. Rodoviário.

Cada um deles possui as suas características e vantagens. Mas em geral, você deve compreender como esses modais se encaixam em sua logística, por meio da quilometragem do sistema escolhido, a capacidade de volume de carga, a natureza da composição de cada um desses tráfegos e o próprio desempenho (agilidade) deles.

Tudo isso é somado, também, à confiabilidade de cada modal, sendo importante verificar a confiabilidade do serviço e, principalmente, a integridade dos materiais. Primeiramente, observe o custo de cada tipo de transporte e o tempo de entrega de cada um — podendo variar o fornecedor de acordo com os materiais necessários.

Trabalhe lado a lado com a logística de suas obras

Em seguida, verifique se o transporte e armazenagem garantirão a integridade dos produtos. Uma boa maneira de lidar com isso é trabalhando lado a lado com a logística de suas obras. Assim, você aprende a reduzir custos sem impactar na qualidade de suas obras, mantém o cronograma em dia sem interferir na harmonia produtiva dos colaboradores e, ainda, gera vantagem competitiva por meio de qualidades que, para a concorrência, podem ser verdadeiras dores de cabeça ainda.

A importância do transporte em sua cadeia logística

Até aqui, vimos que o cálculo do transporte de materiais deve ser pensado com base em todos os aspectos logísticos de sua obra. O tempo que cada modal demoraria e desafios que enfrentaria para entregar o material; os custos de cada um; e o alinhamento deles com as suas necessidades, exigências e objetivos.

Não à toa falamos incessantemente, ao longo deste artigo, a respeito da logística e de um bom planejamento para alinhar o seu transporte de materiais com cada etapa do planejamento de seus projetos. Pois, como falamos, a logística bem trabalhada evita que você faça tráfegos desnecessários, permite que você aloque com qualidade os materiais e solicite-os apenas quando necessário, em alinhamento com cada etapa de sua obra. Principalmente, reduz custos extras e desperdícios que podem encarecer os projetos e reduzir a margem de lucro da sua empresa.

Portanto, calcular o custo de transporte de materiais na obra é uma tarefa em constante atualização e alinhamento com a logística de obra. Ao entender como ela funciona em todas as etapas, você aprende a lidar com o transporte como um fator estratégico para a boa condução de sua obra e não simplesmente como uma tarefa custosa.

Quer saber mais a respeito desta e outras dicas que ajudam a valorizar a sua marca com eficiência, agilidade e menos riscos às suas obras? Curta a nossa página no Facebook e saiba, em primeira mão, todas as nossas novidades e dicas!

/noventati /@90tecnologia /90tecnologiadainformação